terça-feira, 15 de outubro de 2013

Simplicidade


Há alguns dias eu vi um homem dirigindo seu carro, que calculo ter entre 15 a 20 anos de uso.
O que me chamou a atenção é que, apesar de ser um dia de semana em uma cidade cada vez mais caótica como São Paulo, ele tinha um semblante calmo. E sorria, ao mesmo tempo em que conversava. Como estava sozinho, pensei que estivesse conversando em um telefone celular.

Mas não.

No banco de trás, havia um cachorro, muito tranquilo e à vontade dentro do automóvel.

A leveza e a simplicidade da cena me impressionaram de alguma forma.

Muitas vezes acreditamos ou somos influenciados pela mídia a acreditar que precisamos de muitas coisas materiais - novas, de preferência - para sermos felizes.

Mas será que precisamos mesmo?

Fica a pergunta para reflexão.


Dog


Créditos da imagem: tuelekza - Free Digital Photos

Nenhum comentário:

Postar um comentário