terça-feira, 5 de setembro de 2017

Respostas incríveis à oração (Roger Morneau) – Resenha



Fiz questão de colocar as fotos da capa e da contracapa na resenha desse livro de 128 páginas e 9 capítulos publicado pela Casa Publicadora Brasileira (edição de 2003) para melhor ideia do assunto abordado.



Capa-do-livroContracapa-do-livro

(clique nas imagens para ampliá-las)


Os casos relatados são principalmente da época em que o autor trabalhava com vendas de anúncios de listas telefônicas de páginas amarelas entre as décadas de 1970 e 1980. Embora as regras corporativas proibissem a abordagem do tema religião com colegas de trabalho e clientes, Roger Morneau ouvia os relatos de problemas de alguns deles e dizia que oraria por eles sobre a questão relatada. Então, grandes mudanças aconteciam.

“A oração transforma as coisas” – frase curta, simples, clara e direta, pronunciada por uma das pessoas pelas quais o autor intercedeu. Questões familiares, profissionais, de saúde e vícios – todas tornaram-se objetos de intercessões bem-sucedidas.

Respostas às orações pessoais também são relatadas. Em um desses acontecimentos o auto diz:
“Nada prepara melhor uma pessoa para a oração sincera, de coração, como a ameaça de morte”.
 


Uma das partes mais práticas do livro refere-se aos 9 fatores que o autor acredita serem essenciais para uma vida cristã bem-sucedida.

1) Divino amor compassivo: é o amor sem limites pelas outras pessoas. Um tipo de amor que emana diretamente do trono de Deus.

2) Felicidade celeste: embora Satanás nos faça crer que podemos encontrar felicidade através da satisfação própria, cada vez mais a humanidade tem percebido que é melhor dar do que receber. (VERSÌCULO) Precisamos primeiro aprender a servir, para só então sermos servidos.

3) Paz celestial: a paz que proporciona um descanso agradável, através de um estado mental ou espiritual libertador de nossos próprios medos perturbadores.

4) Paciência

5) Gentileza

6) Bondade

7) Humildade
Sobre esses 4 fatores não há muito o que dizer, pois todos sabemos a importância de cada um deles em nossas vidas.

8) Fé viva: fator essencial, pois sem ele não há crescimento espiritual.

9) Domínio próprio: atualmente, quem consegue governar a si próprio em todos, ou pelo menos na maioria dos aspectos da vida de forma realmente eficaz? A dica do autor nessa questão é memorizar versículos bíblicos, pois dessa forma, em momentos ruins conseguiremos ter mais controle sobre nossos pensamentos. Falhar nesse controle pode ser desastroso, além da possibilidade de ocasionar consequências irreversíveis.




O autor finaliza com o capítulo “Cada problema é um convite à oração”. Se soubermos utilizar a oração com sabedoria, não pensando apenas em benefício próprio, poderemos obter bons resultados.

Aqui, faço uma ressalva: orar é apenas uma parte do processo. É também preciso agir.

Oração sem ação é vazia, ineficaz e sem resultados consistentes e duradouros – exceto em raros casos.


Conclusão
É um livro destinado àqueles que acreditam no poder da oração pessoal e intercessória. Proporciona ânimo, esperança, tranquilidade e reflexões sobre o assunto.


Recomendo!

4 comentários:

  1. Uma bela explicação. Sem fé não conseguimos nos entregar completamente a oração, se não nos entregamos não oramos com a devida fé e sinceridade. Se não acreditamos, não seremos atendidos em nossos preces. Se não temos humildade para reconhecer nossa pequenez, não nos entregamos de verdade as nossas orações. Então não seremos atendidos. Mas se pedimos com fé, humildade e paciência, sempre seremos ouvidos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna,

      Sábias palavras, gostei!

      Ao meu ver, você abordou de forma simples, descomplicada e direta os conceitos básicos da fé. Muitos livros foram e ainda serão escritos sobre o que você conseguiu sintetizar de forma surpreendente.

      Agradeço por seu comentário tão rico!


      Abraços,

      Excluir
    2. Obrigada Rosana.
      A flor é linda e delicada, amei!

      Deus esteja com você!

      Excluir