sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Para pensar #32


Quem trata melhor os estranhos 
do que os íntimos está 
mais preocupado com a sua  
imagem social do que 
com a qualidade de suas 
relações afetivas.
Flávio Gikovate





10 comentários:

  1. Rs, isso ai era comum na minha família. Triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CF,

      Infelizmente isso parece ser bem mais comum do que pensamos...

      Abraços,

      Excluir
  2. Grande verdade essa! Aproveito pra desejar um lindo e bem feliz 2018! abraços, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica,

      Agradeço pelo seu comentário.
      Desejo um Feliz 2018 à você também!

      Abraços,

      Excluir
  3. Isso tb ai era comum na minha família. Triste.
    Por isso, parei de falar com alguns parentes próximos.

    abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Scant Tales,

      Nesses casos, estou começando a acreditar que o distanciamento é mesmo a atitude mais sábia.

      Abraços,

      Excluir
  4. A família não é um ambiente livre de imperfeições. Pelo contrário o ambiente família pode até mesmo ser nocivo em alguns casos.

    Cabe a cada pessoa analisar o que vale a pena ou não e o que deseja pra si.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,

      Você disse tudo...
      Vejo a família como uma grande escola - de excelente, mediana ou péssima qualidade.
      Precisamos mesmo saber discernir até que ponto vale a pena manter alguns relacionamentos.

      Feliz 2018!

      Excluir
  5. Infelizmente sou casada com alguém assim. Triste, difícil, insuportável! Adoeci toda a família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna,

      Então você entende bem o que o Gikovate quis dizer...
      Como você disse, acaba mesmo adoecendo toda a família - eu também percebo isso.

      Abraços,

      Excluir