sexta-feira, 6 de julho de 2018

Para pensar #59


Uma regra que sempre segui na vida foi não morar longe de minhas atividades rotineiras. Passou de 30 minutos de transporte, você está no lugar errado.
Conhecimento Financeiro - Blog







10 comentários:

  1. Isso é mesmo importante! Vale esse cuidado! bjs, lindo fim de semana! chica

    ResponderExcluir
  2. Conhecimento Financeiro é mais um blog que anda "abandonado", tem vários outros blgs que já estavam ativos a 3, 4 anos ou até mais que pararam.

    Mas enfim, concordo com o raciocínio, tem muita gente que faz uma verdadeira viagem pra trabalhar, geralmente pra ganhar pouco.
    Seria muito melhor arrumar um emprego mesmo que simples mais perto de casa.
    Na grande SP tem gente que atravessa a região metropolitana pra trabalhar, se é pra ganhar d 1.5 a 2K é melhor arrumar um emprego mais perto de casa nem que seja numa função mais simples.
    Mas cada um tem seus motivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Concordo com você. A qualidade de vida quando se trabalha perto de casa é infinitamente melhor. E consequentemente, a saúde também.
      É uma pena que as grandes cidades cresceram demais, com planejamento de menos, o que transformou muitos lares apenas em dormitórios...

      Boa semana!

      Excluir
  3. muito legal e importante esta regra, já que o transporte é um dos 3 grandes viloes do orçamento! Abcs e bom final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AA40,

      Acredito que do orçamento e da saúde também...

      Boa semana!

      Excluir
  4. Um dos maiores fatores de perda de produtividade nessa vida é o tempo gasto em transporte se deslocando para o trabalho e de lá para casa.

    Esse tempo é normalmente jogado fora por milhões de trabalhadores que desejam um futuro melhor para si, mas na prática têm dificuldade de melhorar porque para ser bom em qualquer coisa precisamos de uma boa quantidade de tempo (tempo para estudar, tempo para se exercitar, tempo para cuidar da família, tempo para tudo).


    Eu mesmo fui obrigado para não ficar longe da família a perder muito tempo desse jeito durante três anos em que trabalhei no centro do Rio enquanto morava na zona oeste da cidade. Percebo que não seja vive adequadamente dessa maneira, com qualidade de vida, mas apenas se vegeta, andando-se "no automático" ao invés de se desenvolver como ser humano.

    É improdutivo gastar mais do que um tempo ínfimo nesse tipo de deslocamento. Algo em torno de quinze a trinta minutos seria o aceitável.

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Scant Tales,

      Agradeço por seu comentário tão enriquecedor. Ainda bem que conseguiu mudar-se, pois a qualidade de vida cai absurdamente, principalmente no Brasil onde a maioria das ruas e estradas são estreitas e esburacadas, o trânsito é aterrorizante e o transporte público é propositalmente de baixa qualidade.

      Tempo é o um recurso não renovável, mas a maioria das pessoas parece que não dá muita atenção ao tema - não só em relação aos deslocamentos diários, mas também em relação as distrações (principalmente celulares/internet).

      "Percebo que não seja vive adequadamente dessa maneira, com qualidade de vida, mas apenas se vegeta, andando-se "no automático" ao invés de se desenvolver como ser humano."
      Será que não é essa a intenção dos governantes? Quanto menos qualidade de vida e quanto mais cansaço e estresse devido as horas perdidas no trajeto menos as pessoas estarão aptas a pensar adequadamente e a ter interesse no desenvolvimento da consciência política, ambiental, consumista, etc.

      Abraços,

      Excluir
  5. Cada vez mais, me dou conta, de que essa regra está certíssima!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir