sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Para pensar #64




Fonte da imagem: John Holcroft Illustrator

22 comentários:

  1. Olá,

    essa situação é típica de muitas capitais. Como seria ótimos se os transportes públicos fossem eficientes e as ciclovias fossem realidade.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria ótimo se o transporte público fosse eficiente e as pessoas quisessem e se acostumassem a usá-lo.

      Excluir
    2. Geração 65 e Anônimo,

      A infraestrutura precária parece ser até proposital para que as pessoas prefiram o automóvel em detrimento aos meios de transporte públicos ou bicicletas... E o resultado não poderia ser outro além do que existe nas grandes cidades do país.

      Boa semana!

      Excluir
  2. Seu post veio bem a calhar hoje rs Hoje o trânsito em algumas partes estava igualzinho a imagem rsrs

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor Inglês,

      Como eu disse à Célia, muitas vezes parece até que a humanidade está se enforcando com a corda de suas próprias invenções...

      Boa semana,

      Excluir
  3. Hoje o homem usa pouco suas pernas... Congestionamento na certa! Em Sampa, idos de 70 era muito mais só pernas movimentando-se... Hoje, mecanizou-se tudo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célia,

      Boa observação.

      Menos exercícios físicos somados ao estresse e a inalação excessiva de gases poluentes inevitavelmente resultarão em piores condições de saúde.
      Muitas vezes parece até que a humanidade está se enforcando com a corda de suas próprias invenções...

      Uma pena tudo isso.

      Excluir
  4. Olá Rosana;
    Dá preguiça só de olhar a imagem. Uma representação perfeita do transito caótico das grandes cidades.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna,

      Infelizmente estamos lentamente caminhando para essa situação...

      Boa semana!

      Excluir
  5. Uma bela tradução da vida moderna, da falta de engenharia de transito e da venda desregrada de veículos independente da mobilidade das cidades e falta de ciclovias para inspirar as pessoas pedalarem.
    Gostei.
    Um bom fim de semana com paz e alegrias na família com festas para os pais presentes ou não no nosso mundo.
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho,

      A ineficiência da engenharia de trânsito no Brasil chega a ser surreal, assim como a falta de políticas públicas para a modernização da tão precária infraestrutura existente no país quando comparada a de países desenvolvidos com semelhante extensão territorial.

      Boa lembrança sobre o dia dos pais. :)

      Boa semana!

      Excluir
  6. Adquiri verdadeira fobia por grandes congestionamentos nas cidades e rodovias. Acho uma das coisas mais imbecis, frustrantes, aporrinhadoras e consumidoras de tempo criadas pelo ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos,

      Faço das suas as minhas palavras, seu pensamento ficou perfeito! Vou postá-lo em um "Para pensar".
      Só acrescento: consumidores de tempo e também de saúde.

      Boa semana!

      Excluir
  7. a maioria das pessoas reclama de trânsito, mas não abre mão de carro.
    Tenho vários amigos que vivem nas Asas de Brasília. Tem ônibus para arrastar de enxada. Mas, preferem pegar o carro e ficar reclamando do trânsito e de falta de lugar para estacionar.
    Quando digo que vou de onibus, só falta me baterem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é comum em todo lugar. Não sou contra também, tem muita gente que gosta de carro e andar de carro, então OK.
      Também acho um saco esses ativistas que ficam defendem uso de bicicleta ou mesmo andar a pé como algo revolucionário, como uma causa política, algo invejável, grande bobagem, eu uso transporte coletivo e ando a pé e não fico propagandeando isso, cada um na sua.
      Só acho imbecilidade ficar julgando pessoas que usam transporte coletivo como pobres coitados dignos de pena. Mas também é uma questão cultural.

      Quem se acostuma com transporte próprio dificilmente volta pro transporte coletivo essa é a verdade. Esse mantra que o transporte coletivo é sempre ruim, muitas vezes é só um mantra mesmo, tem muitas localidades onde o transporte coletivo funciona bem, como você citou.

      Excluir
    2. Anônimo 22:55,

      A questão cultural carro x transporte público é muito forte no Brasil, principalmente por que acredita-se que transporte público é feito somente para os mais pobres. Seu exemplo ilustra bem esse estigma.

      Com mais qualidade, talvez muitos migrassem para o transporte público, pelo menos para os deslocamentos diários.


      Anônimo 11:22,

      Bicicleta, a pé, de carro, de moto, de transporte público... enfim, todos os tipos de transporte deveriam ser explorados de forma inteligente para que cada um pudesse escolher o que melhor lhe convier para que o trajeto do ponto A para o ponto B seja o mais rápido e menos estressante possível.

      Dependendo do lugar, a velocidade média chega a ser de desesperadores 15km/h fora de horário de pico. Por isso, acredito que políticas públicas de infraestrutura seriam fundamentais para melhorar essa situação - disse "seriam", pois não acredito muito que isso será feito no Brasil até o final desse século pelo menos...

      Boa semana!

      Excluir
  8. Uma imagem vale mais que mil palavras. Perfeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme,

      Bom saber que gostou. Infelizmente reflete bem a realidade de muitas cidades brasileiras...

      Boa semana!

      Excluir
  9. Por cá... tenta-se estimular o uso dos transportes públicos... com algumas medidas que tentam desincentivar o uso dos carros em certas artérias da cidade... alguns carros mais poluentes, estão proibidos de andar em certas zonas de Lisboa, por exemplo... no entanto... o transito intenso continua... passou a haver menos carros em Lisboa... mas mais Tuk-Tuks para passear turistas... uma espécie de motas, que levam uma série de pessoas... a passear... e isto... acabou por ser bem mais poluente... do que o trânsito habitual...
    Mais um tema super interessante... sobre o qual a imagem estimula a reflectir...
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,

      Muitas vezes uma iniciativa que acreditou-se ser boa se torna um verdadeiro desastre, como o exemplo que citou. Por isso, políticas públicas para mudar o que não deu certo são essenciais - pena que geralmente demorem tanto para que isso ocorra... Espero que esse não seja o caso de Lisboa e que em breve retirem os Tuk-Tuks das ruas.

      Boa semana!

      Excluir