sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Para pensar #73


Amar o próximo que está distante é fácil. 
Difícil é amar aqueles que estão próximos a nós.
Madre Teresa de Calcutá 






12 comentários:

  1. Reflexiva mesmo.Linda citação! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rejane,
      Bom saber que gostou. :)
      Um bom final de semana!

      Excluir
  2. Bom dia, querida Rosana!
    Verdade! O nosso próximo é uma pauta de como andamos no Amor...
    Deus a abençoe muito!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roselia,

      Gostei do seu comentário tão profundo: "o nosso próximo é uma pauta de como andamos no Amor".

      Um bom final de semana!

      Excluir
  3. Rosana, madre Tereza foi uma pessoa cheia de sabedoria. Espalhou amor, bondade, caridade e humildade por onde passou. Amei você ter postado aqui um dos seus lindos ensinamentos. Devemos espelhar em pessoas como Madre Teresa. Um fim de semana mais que abençoado pra você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edna,

      Bom saber que gostou. Acredito que precisamos ter como exemplos pessoas como a Madre Teresa se quisermos um mundo melhor.

      Boa semana!

      Excluir
  4. O mundo brutalizou e tornou-se agulha no palheiro seres humanos abertos ao amor incondicional. Buscamos inspirações em Madre Teresa, Irmã Dulce neste amor vasto e puro.
    Bom fim de semana com paz.
    Carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho,

      Concordo com você: o mundo está muito bruto e caótico, muito distante do propósito original. Por isso, exemplos como Madre Teresa e Irmã Dulce (bem lembrado!) são tão importantes.

      Boa semana!

      Excluir
  5. A sabedoria da Madre Teresa de Calcutá é incontestável. Plena verdade!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem toda razão, Célia.

      Desculpe a demora, só agora vi o seu comentário.

      Boa semana!

      Excluir
  6. Incontestável. Ainda mais nos tempos atuais, em que a frieza parece tomar conta de muitas relações humanas, tornando-as, paradoxalmente, desumanas.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme,

      Você disse tudo em relação a frieza... A humanidade tem se tornado cada vez mais desumana, salvo exceções. O problema é que a frieza deveria ser a exceção e não a regra....

      Desculpe a demora, só agora vi o seu comentário.

      Boa semana!

      Excluir