Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

O professor que nunca havia reprovado um só aluno

Imagem
Hoje eu gostaria de compartilhar com vocês um dos melhores textos que já li sobre o assunto.
E fico pensando no rumo que o Brasil tem tomado em relação a isso, principalmente nos últimos anos...

"Um professor de economia em uma universidade americana disse que nunca havia reprovado um só aluno, até que certa vez reprovou uma classe inteira.
Esta classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: com um governo assistencialista intermediando a riqueza ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e justo.

O professor então disse, “Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas.” Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam ‘justas’. Todos receberão as mesmas notas, o que significa que em teoria ninguém será reprovado, assim como também ninguém receberá um “A”.

Após calculada a média da primeira prova todos receberam “B”. Quem estudou com…

Você sabe qual é o melhor momento para se comer frutas?

Imagem
Apesar de parecer estranho, o melhor momento para se comer frutas é antes das refeições e não após, como costumamos fazer, pois a maioria delas é digerida no intestino delgado e não no estômago. Dessa forma, além de não ficarmos com aquela sensação de empachamento (estômago cheio), os nutrientes serão melhor aproveitados.
Comecei a consumi-las antes ou longe das refeições e tenho tidos bons resultados.



Gostaria de compartilhar com vocês um trecho do que li sobre o assunto:

"Fruta é o mais perfeito alimento, gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo em retorno. O único alimento que faz seu cérebro trabalhar é glicose. A fruta e principalmente frutose (que pode ser transformada com facilidade em glicose) é na maioria das vezes 90-95 % de água. Isso significa que ela está limpando e alimentando ao mesmo tempo.

O único problema com as frutas é que a maioria das pessoas não sabe como comê-las de forma a permitir que o corpo use efetivamente seus n…

As estratégias da tentação

Imagem
Após ficar 40 dias no deserto sem alimento e água, Satanás tentou Jesus de 3 maneiras, como descrito em Mateus 4.
Minha intenção e abordar um pouco de sua estratégia.

Na primeira tentação, ele apelou para a necessidade física: "Então, aproximando-se o tentador, disse-lhe: "Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães".
E recebeu uma resposta negativa com um "está escrito": "Mas Jesus respondeu: "Está escrito: Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. "

Na segunda tentação, Satanás usou o mesmo padrão da resposta de Jesus, ou seja, um "está escrito": "Então o diabo o levou à Cidade Santa e o colocou sobre o pináculo do Templo e disse-lhe: "Se és Filho de Deus, atira-te para baixo, porque está escrito: Ele dará ordem a seus anjos a teu respeito, e eles te tomarão pelas mãos, para que não tropeces em nenhuma pedra.".
Então Jesus respondeu com mais um "está escrito":

David Lanz - Variations on a Theme from Pachelbel's Canon in D Major

Se você ainda não conhece essa música, vale muito a pena ouvir!



Maravilhoso!

Por que não usar o micro ondas?

Imagem
Eu sempre tive um certo receio do forno de micro ondas, a começar pelo manual de instruções com advertências sobre os cuidados no manuseio. Mesmo assim, devido à enorme praticidade, acabei usando-o várias vezes apesar de perceber que:
1) O pão ficava totalmente molhado e ao esfriar ficava seco e duro.
2) A massa da pizza ficava tão molhada quanto a do pão, deixando obviamente o sabor da cobertura bem diferente do que era.
3) A comida ficava quente por fora e fria por dentro, a não ser que a deixasse esquentando por vários minutos.



Por não estar satisfeita com o resultado e por não saber se as tais micro ondas eram ou não prejudiciais à saúde, resolvi parar de usá-lo há muito tempo e esqueci do assunto.
Recentemente encontrei uma excelente e esclarecedora matéria no site Cachorro Verde sobre o assunto, da qual gostaria de destacar alguns pontos:

1) Os alimentos são aquecidos através da agitação das moléculas bilhões de vezes por segundo. Consegue imaginar tamanha velocidade? Eu não. Além dis…

Reverência ou irreverência?

Imagem
No início, a shekinah proporcionava aos seres humanos o privilégio da presença divina, mas Jesus tornou-se o seu substituto, e também do templo com seus sistema de símbolos.
Na época em que a presença de Deus era representada pela shekinah, havia muita reverência, respeito e temor, além se serem necessários preparativos como confissão dos pecados, purificação da consciência, limpeza do corpo entre outros. De certa forma, a lista de obrigatoriedades fazia com que a irreverência e a natureza pecaminosa fossem reprimidas.

Desde o início, o cristianismo optou por ir se distanciando cada vez mais do judaísmo, das suas leis, do Antigo Testamento e do santuário, o que fez com que se perdesse também a noção de santidade de Deus e de qual é o nosso lugar nesse contexto.


O resultado
Enxergamos uma relação horizontal quando essa é uma relação vertical. Ou pelo menos, de nossa parte, deveria ser.
O destaque dado ao acesso ilimitado à Deus tornou tudo "comum, o culto mais irreverente, não existe m…

O exílio

Imagem
São muitos os que vivem nesse exílio, que por diversos motivos parece se tornar mais triste, angustiante e infindável a cada dia que passa....


Canção do exílio
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em  cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar –sozinho, à noite–
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

(Gonçalves Dias)

Créditos da imagem: Witthaya Phonsawat - Free Digital Photos

© 2019 Simplicidade e Harmonia - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total desta obra e permitida a reprodução parcial desde que citada a fonte.