terça-feira, 19 de setembro de 2017

Porque eu também abri uma conta no Banco Inter


Seguindo o post do André Azevedo (Viagem Lenta), eu também gostaria de compartilhar minhas impressões sobre o Banco Inter, no qual abri uma conta esse ano.


Finanças


A abertura foi muito simples, rápida e sem complicações, tudo feito através do aplicativo do banco.
Pouco tempo depois, recebi o cartão de débito (que segundo informações no site, também pode possui a função crédito sem cobrança de anuidade). Há três tipos de cartões: Standard (para investimentos de até R$ 50k), Platinum (de 50 a 250K) e Black (acima de 250K).
Por ser uma conta digital, as TEDs são gratuitas. Há também opções de investimentos em fundos, Tesouro Direto e títulos de renda fixa (LCI, LCA e CDB).
Para o TD, a taxa de administração é zero. Por enquanto, o Banco Inter não é um agente integrado (investimento direto no TD pelo site da corretora/banco), mas espero que seja futuramente.

Para mim, o destaque é a possibilidade de efetuar transferências por boleto (limitados a 10 boletos mensais gratuitos), pois a conta corrente que tenho em outro banco é a conta de serviços essenciais, que não contempla TEDs gratuitas. A emissão do boleto é muito simples e em 2 ou 3 dias após o pagamento, o valor estipulado está disponível na conta corrente do Banco Inter.

Todas as vezes que necessitei de atendimento para solicitações ou esclarecimentos de dúvidas, fui atendida rapidamente e de forma satisfatória. Além disso, a partir desse mês (09/2017) é enviado um e-mail ao correntista informando quando um título venceu. Apesar dos controles pessoais, é um bom lembrete para o caso de esquecimentos ocasionais.

Estou gostando do Banco Inter, pois ele atende bem minhas necessidades, sem as altas taxas e tarifas cobradas pelos grandes bancos de varejo.

O Banco Inter tem adotado uma estratégia de marketing relevante para conseguir conquistar cada vez mais clientes. Até o ano passado eu só o conhecia por disponibilizar títulos de renda fixa em corretoras de valores. Jamais passou pela minha cabeça a ideia de abrir uma conta, até começar a ver banners, reportagens, posts e anúncios sobre o banco, cada vez com mais frequência.

Gostei da mudança recente do nome (de Intermedium para Inter) e do logotipo, pois ambos passam uma imagem mais simples, agradável, moderna e descomplicada.

Para saber mais, acesse os sites:
Banco Inter: https://bancointer.com.br/
Banco Data – https://bancodata.com.br/ - Esse site disponibiliza os resultados de todas as instituições financeiras do Brasil. Como curiosidade, compare os resultados do Banco Inter (ou de outros bancos menores) com os de grandes bancos de varejo. Ao ver o lucro líquido que conseguiram nos últimos anos, você vai entender melhor porque os maiores cobram taxas e tarifas tão altas.


Até a próxima!


Créditos da imagem: cooldesign - Free Digital Photos

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Reza a lenda – D'naipes


A sociedade passou por tantas profundas e significativas mudanças nas últimas décadas, que para quem é criança hoje, talvez seja difícil imaginar que um dia, em um passado não muito distante, haviam crianças com a sua idade que brincavam em grupo na rua e que haviam cartas de papel escritas à mão, que demoravam dias para chegar ao destinatário.


Crianças


A letra nos remete também ao futuro, sonhos e objetivos quando diz:
“Todo dia é dia pra lembrar que temos tanto a fazer
Seja a diferença tudo pode estar com você.”

E encerra falando sobre a frieza da atualidade:
“Reza a lenda que ouvi de um sonhador
Que o presente está carente de amor.”

Essa música apresenta uma combinação muito agradável entre melodia, poesia, arranjos e efeitos.
Vale a pena ouvir!



Reza a lenda – D'naipes


Créditos da imagem: Stuart Miles - Free Digital Photos



quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Mudanças no blog


Time to change!Hoje eu gostaria de falar um pouco sobre as mudanças que estou implementando no Simplicidade e Harmonia.

Como vocês perceberam, há algum tempo mudei o fundo azul escuro para branco, pois pesquisei sobre o assunto acredito que dessa forma a leitura será mais agradável, lembrando de certa forma a leitura de um livro.

Em todos os posts coloquei uma imagem, o que farei também com as novas postagens, para deixar o visual do blog e a leitura mais agradáveis. Algumas imagens são de minha autoria, mas a maior parte são de bancos de imagens (sempre identificados em cada post).

Os links para as redes sociais ganharam destaques específicos para melhor visualização, pois acredito que o texto corrido os deixava meio “apagados” no blog.

Por enquanto, basicamente essas são as mudanças. Tenho outras em mente, mas ainda estou estudando a melhor maneira de implementá-las.


Gostaria muito de saber sua opinião.
Gostou?
Não gostou?
Sugestões para melhorias serão sempre bem-vindas a qualquer momento.


Até a próxima!



Créditos da imagem: Stuart Miles - Free Digital Photos

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Respostas incríveis à oração (Roger Morneau) – Resenha



Fiz questão de colocar as fotos da capa e da contracapa na resenha desse livro de 128 páginas e 9 capítulos publicado pela Casa Publicadora Brasileira (edição de 2003) para melhor ideia do assunto abordado.



Respostas incríveis à oração - Roger MorneauRespostas incríveis à oração - Roger Morneau

(clique nas imagens para ampliá-las)


Os casos relatados são principalmente da época em que o autor trabalhava com vendas de anúncios de listas telefônicas de páginas amarelas entre as décadas de 1970 e 1980. Embora as regras corporativas proibissem a abordagem do tema religião com colegas de trabalho e clientes, Roger Morneau ouvia os relatos de problemas de alguns deles e dizia que oraria por eles sobre a questão relatada. Então, grandes mudanças aconteciam.

“A oração transforma as coisas” – frase curta, simples, clara e direta, pronunciada por uma das pessoas pelas quais o autor intercedeu. Questões familiares, profissionais, de saúde e vícios – todas tornaram-se objetos de intercessões bem-sucedidas.

Respostas às orações pessoais também são relatadas. Em um desses acontecimentos o auto diz:
“Nada prepara melhor uma pessoa para a oração sincera, de coração, como a ameaça de morte”.
 


Uma das partes mais práticas do livro refere-se aos 9 fatores que o autor acredita serem essenciais para uma vida cristã bem-sucedida.

1) Divino amor compassivo: é o amor sem limites pelas outras pessoas. Um tipo de amor que emana diretamente do trono de Deus.

2) Felicidade celeste: embora Satanás nos faça crer que podemos encontrar felicidade através da satisfação própria, cada vez mais a humanidade tem percebido que é melhor dar do que receber. (VERSÌCULO) Precisamos primeiro aprender a servir, para só então sermos servidos.

3) Paz celestial: a paz que proporciona um descanso agradável, através de um estado mental ou espiritual libertador de nossos próprios medos perturbadores.

4) Paciência

5) Gentileza

6) Bondade

7) Humildade
Sobre esses 4 fatores não há muito o que dizer, pois todos sabemos a importância de cada um deles em nossas vidas.

8) Fé viva: fator essencial, pois sem ele não há crescimento espiritual.

9) Domínio próprio: atualmente, quem consegue governar a si próprio em todos, ou pelo menos na maioria dos aspectos da vida de forma realmente eficaz? A dica do autor nessa questão é memorizar versículos bíblicos, pois dessa forma, em momentos ruins conseguiremos ter mais controle sobre nossos pensamentos. Falhar nesse controle pode ser desastroso, além da possibilidade de ocasionar consequências irreversíveis.




O autor finaliza com o capítulo “Cada problema é um convite à oração”. Se soubermos utilizar a oração com sabedoria, não pensando apenas em benefício próprio, poderemos obter bons resultados.

Aqui, faço uma ressalva: orar é apenas uma parte do processo. É também preciso agir.

Oração sem ação é vazia, ineficaz e sem resultados consistentes e duradouros – exceto em raros casos.


Conclusão
É um livro destinado àqueles que acreditam no poder da oração pessoal e intercessória. Proporciona ânimo, esperança, tranquilidade e reflexões sobre o assunto.


Recomendo!