Primeiros socorros para cães e gatos - Amy D. Shojai - Resenha


Esse é o tipo de livro que geralmente não desperta nenhum interesse. Exceto quando passamos por situações na qual ele pode ser útil. Ou situações em que a falta de conhecimento pode significar a diferença entre a vida e a morte.

Por isso, vou iniciar o post falando sobre alguns casos pessoais.

Em 2013 eu perdi a Lili por faltar-me informações simples sobre a maneira de diferenciar uma desidratação leve de uma desidratação grave. Para piorar a situação, o veterinário que viria no período da manhã só conseguiu vir à tarde. E mesmo as instruções passadas por telefone e o posterior atendimento presencial não foram suficientes para que ela escapasse de um choque hipovolêmico - palavra que nunca esqueci. 

Foi algo de repente: no dia anterior ela estava bem, passou mal à tarde e no dia seguinte, morreu em meus braços. Ela ficou muito nervosa e agitada com a picada da agulha, o que piorou de forma definitiva o quadro.

Nesse caso, a informação simples que falei acima seria verificar a hidratação comprimindo a gengiva, já que tenho dificuldade no método de verificação no dorso. Com isso, muito provavelmente eu teria salvado sua vida através dos adequados procedimentos posteriores.

A internet ajuda, mas nessa hora, nada melhor do que um livro confiável à mão. Pelo menos, eu prefiro assim.


pegadas-de-caes-imagem

Em dezembro, devido a alta temperatura, um dos meus cães começou a sangrar pelo nariz. E não era um sangramento pequeno.

No livro, para todos os problemas descritos há o aviso "procure o veterinário" com as opções: imediatamente, no mesmo dia e se necessário.

Nesse caso, a instrução era "se necessário", o que me tranquilizou um pouco. Apesar de conviver com cães desde sempre, essa era uma situação nova para mim. A primeira opção apresentada era colocar gelo e em um lugar frio, manter o cachorro calmo. A segunda opção, tampar a narina afetada. Ambas as opções eram para facilitar a coagulação.

Se meu cachorro ficasse quieto, o procedimento teria sido mais rápido, mas assim que o sangue parava, ele espirrava e balançava a cabeça. E dessa forma, começava tudo de novo... Foram 4 vezes assim, a última com bem menos intensidade, mas até parar completamente foram quase 2 horas.

Sem o livro, eu ficaria muito apreensiva e provavelmente o levaria ao veterinário, o que poderia agravar o quadro, pois saídas deixam meus cães inquietos e ansiosos.


Quando é necessário ir ao veterinário

Há casos em que não há como não levar o cachorro - ou gato - para uma consulta, pois os danos podem ser fatais.

Tive dois casos de picadas de inseto - provavelmente formigas. Foram em épocas diferentes, mas a idade dos cães era parecida: 2 meses.

A cabeça começou a inchar, ficaram parecidos com buldogues. Esse é um tipo de alergia muito grave, pois fecha a glote e dessa forma a respiração é interrompida. Por isso, a medicação adequada é fundamental. 

O inchaço é progressivo e apesar de começar lentamente, parece que a velocidade aumenta conforme o tempo passa. Ou é nossa percepção que muda, não sei.

Pena que essa informação não consta no livro. Espero que você não passe por isso, mas se passar, ficar a dica.

Optei por iniciar com meus exemplos para mostrar um pouco da utilidade que esse livro tem para mim, mesmo que de forma esporádica - felizmente.



capa-do-livro

contracapa-do-livro
Clique nas imagens para ampliá-las

A resenha - finalmente!

O livro foi publicado pela Editora Gutembert e possui 440 páginas divididas em duas partes.

A Parte I aborda os primeiros passos em primeiros socorros, como: avaliar a situação, prevenir problemas e descobrir sintomas em um pronto atendimento.

Nessa parte é possível ter uma noção mais clara sobre o que pode estar ocorrendo. É muito útil, pois muitas vezes não temos ideia de por onde começar.

A Parte II aborda os machucados e doenças mais comuns como acidentes, afogamento, hipoglicemia, choque, colapso, convulsão, cortes, desidratação, diarreia, edema, febre, fratura, hipotermia, infecção de ouvido, intoxicação, problemas com larvas, queimadura, sangramento, torcicolo, entre outros.

No capítulo Parada Cardíaca são descritos os procedimentos de respiração artificial e ressuscitação cardiopulmonar. Ninguém quer passar por isso, mas acredito ser uma informação importante, pois em um momento crítico, se as técnicas não forem aplicadas imediatamente, haverá falta de oxigenação cerebral, o que poderá ocasionar danos irreversíveis neste órgão.

Para cada problema apresentado há também o passo-a-passo a ser seguido e a lista de materiais médicos necessários. Geralmente são itens simples como gaze, cobertor, compressa gelada, esparadrapo, soro fisiológico, mel, luvas médicas descartáveis, coleira, colar cirúrgico, antisséptico, etc.


Nota do editor

O editor orienta que esse livro deve ser utilizado como obra de referência e não como um manual médico, sendo um auxiliar na tomada de decisão e não um substituto ao tratamento médico.

Acredito que com bom senso podemos discernir os limites dessa obra. Se o tratamento proposto não surtir efeito, a melhor opção é procurar o veterinário. 


Conclusão

Esse é o tipo de livro que prefiro não usar, mas me sinto mais segura e confortável tendo-o por perto. Até porque, com cinco cães, as consultas a esse tão bem elaborado manual não são tão raras quanto eu gostaria...

Eu o comprei há 5 anos. E acredito que valeu a pena.


Comentários

  1. Realmente um livro assim pode fazer toda a diferença nas horas que nem queremos passar, mas podem acontecer! beijos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rejane,
      Pode fazer mesmo toda a diferença. Ninguém quer passar por situações assim, mas melhor estar ao menos um pouco preparado do que ficar sem saber sequer por onde começar.
      Boa semana!

      Excluir
  2. Na verdade é bom ter ao menos noções de primeiros socorros ou de diagnósticos básico também com relação a saúde humana, até pra entender um pouco mais o funcionamento do nosso corpo.
    Muitos dos problemas que ocorrem com animais se dão de forma parecida com os que acontecem conosco.

    Mas sempre um dos pontos mais importantes é manter a calma. E como você mesma disse procurar um veterinário quando a situação não estiver contornável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,

      Penso como você: é importante sabermos o básico para conseguir tomar melhores decisões. E como disse, os organismos se assemelham em muitos casos, talvez até na maioria deles.

      Manter a calma: fundamental, mas é uma tarefa difícil dependendo do caso, mas com o tempo e experiência, conseguimos melhorar essa questão.

      Excluir
  3. Nossa Simplicidade e Harmonia! Que legal essa sua postagem! Fazia tempo que queria saber mais sobre esse assunto! Gostei tanto da sua dica que já fui até procurar o livro!

    Encontrei por R$33 na Amazon. Até vou compartilhar aqui o link se alguém mais sei interessou por esse livro:

    Primeiros socorros para cães e gatos, Amy Shojai.

    Um grande abraço e muito obrigado! Parabéns! Ficou top!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando,

      Bom saber que gostou da resenha! É um livro muito útil para momentos em que geralmente não sabemos o que fazer ou por onde começar.

      Agradeço por ter deixado o link aqui para quem se interessar.

      Boa semana!

      Excluir
  4. Um livro bem útil, para ficar a salvo de tais sobressaltos, com animais de estimação!
    Estamos sempre a aprender! E sem nunca estarmos preparados para todas as situações... mas um livro assim, já será um grande auxílio!...
    Uma excelente sugestão! Deixo um beijinho, e virei no final de semana, com mais tempo, se não houver novidade, apreciar outros posts, que nas últimas semanas, se me escaparam, por aqui!...
    Tudo de bom!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,

      É um livro muito útil para termos em casa, pois na hora do problema geralmente não sabemos o que fazer por sermos leigos no assunto.

      Aguardo sua visita nos outros posts que sejam do seu agrado ou interesse - espero que sejam úteis à você também.

      Um bom final de semana!

      Excluir

Postar um comentário


© 2019 Simplicidade e Harmonia - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total desta obra e permitida a reprodução parcial desde que citada a fonte.